Advogado de Startup

Advogado de Startup

Uma Startup ou “empresa iniciante”, é uma empresa que está surgindo com pouco ou nenhum histórico operacional no passado. Esses tipos de empresas geralmente buscam criar novos mercados ou desenvolver canais de comércio recém-abertos. Eles são tipicamente associados a novas invenções e tecnologias, principalmente nos setores de computadores e internet.

Devido à “novidade” das operações de startup , elas podem estar associadas a diversos riscos e preocupações. Por exemplo, as leis podem nem sempre ter uma cobertura completa de produtos, invenções, medicamentos ou tecnologia extremamente novos. Além disso, as startups podem experimentar um alto crescimento no início, mas também podem estar sujeitas a mercados limitados.

O que você deve considerar ao iniciar uma empresa?

Embora possam começar “do zero”, as startups não surgem do nada. Eles exigem um planejamento cuidadoso e muita previsão para que a empresa seja bem-sucedida. Parte do desafio e do entusiasmo com as startups é encontrar o “nicho” certo no mercado. Isso requer uma compreensão tanto do campo de negócios de escolha quanto das leis que se aplicam.

Alguns aspectos a serem considerados ao iniciar uma startup podem incluir:

  • Planejamento e gastos
  • Leis fiscais
  • Regulamentação de negócios para startups – as leis podem ser diferentes em cada estado e, às vezes, até em diferentes áreas da cidade (devido ao zoneamento, etc.)
  • Que tipo de formulário comercial usar (ou seja, LLC, parceria etc.)
  • Direitos e limitações do contrato

Quais perguntas devo fazer antes de contratar um advogado de startup?

Se você decidiu contratar um advogado de startup, aqui estão algumas perguntas que você deve fazer antes de contratar um advogado para aconselhá-lo com seu negócio:

 

  • Quanta experiência você tem nesta área específica do direito? Uma das principais perguntas que você deve fazer ao seu Advogado de Startup é quanta experiência ele tem em sua área específica do direito ou na área específica do direito na qual você precisará de ajuda. Por exemplo, se você precisa de um Advogado de Startup para te orientar sobre como estruturar seu negócio, um Advogado de Startup que já tenha assessorado centenas de negócios estará mais preparado do que alguém que está começando nessa área do direito.
  • Quanta experiência você tem no meu setor? Empresas em diferentes setores estão sujeitas a diferentes regras e regulamentos. Empresas de saúde, empresas de manufatura e empresas de cuidados infantis são todas indústrias com requisitos legais que estão além da norma.
  • Quais são suas taxas e taxas? Você oferece consultas gratuitas? Os custos dos advogados de startups podem variar de uma taxa fixa de US $ 50 a mais de US $ 1.000 por hora para sócios seniores em uma grande empresa. Os custos podem ser um grande obstáculo na contratação de um advogado de startup, por isso é importante descobrir quanto você deverá pagar ao seu advogado antecipadamente. O tamanho do escritório, a experiência e a antiguidade do advogado, o setor de negócios em que você atua, a complexidade de sua situação legal e o tempo que levará para concluir o trabalho afetarão o preço do seu Advogado de Startup.
    • Alguns advogados oferecem consultas iniciais gratuitas, onde você pode apresentar suas ideias de negócios e avaliar se o Advogado de Startup é adequado para você. Além da consulta, descubra como o advogado irá cobrar de você. Alguns advogados cobram uma taxa fixa para certos tipos de projetos, enquanto outros cobram uma taxa fixa por hora. Se for necessário um litígio, alguns Advogados de Startups cobram uma taxa de contingência, o que significa que você só paga se houver um desfecho positivo no seu caso. Antes de um Advogado de Startup começar a trabalhar em seu caso, certifique-se de ter um acordo de honorários por escrito.
  • Quem mais trabalharia no meu caso? A menos que você esteja trabalhando com um advogado de uma firma individual, há uma boa chance de que outros Advogado de Startup do escritório lidem com partes do seu caso e aprendam sobre as informações da sua empresa. Essas pessoas podem incluir paralegais, associados e secretários. Se várias pessoas estiverem envolvidas no seu caso, isso poderá aumentar sua conta final. Certifique-se de entender qual trabalho seu Advogado de Startup fará e qual trabalho o advogado delegará a outros.
  • Qual é a linha do tempo? Descubra qual cronograma seu advogado espera. Por exemplo, se você estiver concluindo uma joint venture com outra empresa, certifique-se de que o Advogado de Startup seja capaz de agir rapidamente para negociar o acordo de joint venture. Um advogado deve ser capaz de lhe dar uma expectativa clara de quanto tempo levará para avançar no seu caso.
  • Como será tratada a comunicação? Certifique-se de que o Advogado de Startup com quem você está trabalhando seja facilmente acessível. Informe o seu advogado sobre o seu método de comunicação preferido, seja por telefone ou e-mail. Seu Advogado de Startup também deve estar ciente de suas responsabilidades do dia-a-dia. A maioria das correspondências jurídicas hoje é online, portanto, você deve garantir que tenha uma boa conexão com a Internet para assinar e revisar documentos.
  • Você tem algum conflito de interesse com o meu negócio? Antes de contratar um Advogado de Startup, certifique-se de que ele não representou nenhum de seus concorrentes, ex-funcionários ou ex-parceiros de negócios, todos os quais poderiam criar um conflito de interesses. Se for esse o caso, não compartilhe informações confidenciais com o advogado se isso puder causar um conflito de interesses.

E se eu tiver um problema legal com uma empresa iniciante?

De um modo geral, pode ser difícil contratar legalmente uma empresa iniciante antes que ela seja oficialmente reconhecida pelas leis comerciais estaduais. Isso significa que a responsabilidade por quaisquer violações por parte de uma organização pode mudar uma vez que eles arquivem para incorporação dentro do estado. Isso é especialmente verdadeiro para formas de negócios, como sociedades de responsabilidade limitada.

Se você tiver um problema legal com uma empresa iniciante, pode ser necessário obter aconselhamento jurídico para suas preocupações. Certifique-se de compilar todos os documentos ou provas em apoio ao seu pedido, que podem ser usados ​​em processos futuros.

Preciso de um advogado para ajudar com minha Startup?

Um advogado de startups é um parceiro essencial para novos negócios. Um bom advogado pode garantir que você esteja em conformidade com todos os requisitos legais, comerciais e do setor. Ao contratar um advogado, você evita problemas legais que podem prejudicar seu negócio no futuro. As empresas iniciantes estão associadas a requisitos e questões legais muito específicas.

Se você precisar de alguma ajuda com uma empresa iniciante, convém contratar um advogado de negócios qualificado em sua área. Seu Advogado de Startup pode aconselhá-lo sobre o planejamento e revisão para o sucesso do seu negócio. Além disso, se você tiver quaisquer disputas ou conflitos legais, seu advogado pode ajudá-lo a entrar com uma ação judicial por danos.

Um bom Advogado de Startup servirá como um conselheiro próximo enquanto você tenta expandir seus negócios. Um advogado de startups pode ajudá-lo:

  • Decida como estruturar seu negócio
  • Crie acordos de funcionários
  • Levantar capital de risco e financiamento inicial
  • Negociar acordos de parceria
  • Negociar joint ventures
  • Candidate-se a marcas registradas, direitos autorais, patentes e outras atividades de propriedade intelectual
  • Espaço comercial seguro para o seu negócio
  • Navegue pelas leis tributárias e entenda as consequências tributárias de determinadas decisões
  • Ajudá-lo a obter uma licença comercial, incorporar um negócio ou obter um formulário comercial.
  • Arquivar formulários legais

O extenso banco de dados de advogados de negócios do Jus Econômico pode ajudá-lo a restringir sua busca por um advogado em seu estado, cidade ou área local. A consulta nunca é cobrada e os serviços da Jus Econômico são sempre 100% confidenciais.